SIGNIFICA...

ÉTICA: Parte da Filosofia que estuda os
fundamentos da moral.

MORAL: Ciência dos deveres do homem.
Bons costumes; Honestidade; Estado do espírito; Modo de proceder com justiça.

DIREITO: O que podemos exigir em conformidade com as leis ou a justiça.

LEI: Preceito ou regra estabelecida por direito; Norma, obrigação.

JUSTIÇA: Prática e exercício do que é de direito.


11 de fev de 2011

RIO DE JANEIRO/RJ - REURBANIZAÇÃO CENTRO

A Praça Quinze será a garota propaganda de um projeto da Prefeitura para recuperar o calçamento do Centro e padronizar o mobiliário urbano de uma http://www.agenciario.com/fotos/pub/centreowesit.bmpgrande área na região. Segundo o secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Osório, as obras, que incluem a Rua São José, começam nesta sexta-feira e devem durar até 90 dias. A última grande intervenção na Praça Quinze foi em 1996, quando foi construído o mergulhão.
— Nas áreas mais antigas, há elementos das mais variadas épocas. O Centro é uma região estratégica para ser recuperada e valorizada — disse o secretário.
A chefe da Divisão de Monumentos e Chafarizes, Vera Dias, conta que o banho de loja na Praça Quinze inclui a recuperação da estátua de bronze do General Osório, instalada no local em 1891. Uma das novas câmeras de vigilância da Prefeitura estará apontada para a estátua:
— A estátua, criada por Rodolfo Bernardelli, foi alvo de muito vandalismo. Todo o conjunto pesa nove toneladas e será reformado no local, com duração de três a quatro meses — explica Vera.

O projeto para reformar o calçamento do Centro custará R$ 6,6 milhões. Além da recuperação de pisos e calçadas, a prefeitura trabalhará para padronizar o mobiliário urbano nas ruas limitadas por uma espécie de quadrilátero formado pelas avenidas Rio Branco, Presidente Vargas, Almirante Barroso e pela Rua Alfredo Agache. Nesse miolo, o projeto, batizado de Paisagem Urbana, uniformizará postes de luz e de informação, balizadores, frades, entre outras peças do mobiliário da cidade.
O programa foi desenvolvido em conjunto pela Secretaria municipal de Conservação e o Centro de Arquitetura e Urbanismo (CAU), da Secretaria municipal de Urbanismo. Profissionais da CAU fizeram um levantamento minucioso e foram registradas imagens dos locais que sofrerão alteração. As equipes de calceteiros que realizarão o trabalho de manutenção do calçamento do Centro, que será concluído em 12 meses, incluem profissionais que fizeram o curso sobre técnica de pavimentação em pedras portuguesas com os mestres vindos de Portugal.
Fonte: Jornal Extra