SIGNIFICA...

ÉTICA: Parte da Filosofia que estuda os
fundamentos da moral.

MORAL: Ciência dos deveres do homem.
Bons costumes; Honestidade; Estado do espírito; Modo de proceder com justiça.

DIREITO: O que podemos exigir em conformidade com as leis ou a justiça.

LEI: Preceito ou regra estabelecida por direito; Norma, obrigação.

JUSTIÇA: Prática e exercício do que é de direito.


9 de abr de 2009

Centro cheio de histórias: João Pessoa/PB

Terceira cidade mais antiga do Brasil, João Pessoa é muito mais que belas praias: possui um centro histórico bem preservado que ajuda a contar a colonização do País e o povoamento do Nordeste.
Para quem visita João Pessoa, tão importante como ir à praia é visitar o centro da cidade, até porque o “nascimento” do lugar não se deu à beira do mar, mas às margens do rio Paraíba. Por ser a terceira mais antiga do País, a capital paraibana possui uma grande beleza histórica para mostrar. E o melhor: muitos prédios estão preservados no centro histórico, cujo roteiro reúne, entre os principais destaques, igrejas, teatro, praças e hotel.
O passeio ao Centro pode começar pela Lagoa dos Irerês, um dos principais cartões-postais de João Pessoa e protegido Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba. A lagoa, que fazia parte de um sítio de jesuítas, ganhou esse nome no início do século XX, mas na década de 1920 foi transformada em parque público e recebeu o nome Parque Solon de Lucena para homenagear o governador da época. Além dos cuidados com o local, a imponência das palmeiras imperiais e as árvores típicas da Mata Atlântica - idéia do paisagista Burle Marx - deixam o parque ainda mais aconchegante.
A próxima parada é a praça São Pedro Gonçalves, toda de calçamento e que lembra, mesmo sendo bem menor, o Pelourinho de Salvador. É lá onde está o Hotel Globo. Construído em 1928 e bem preservado, o lugar já hospedou figuras ilustres como Bibi Ferreira e hoje é um centro de artes. Lá, estão expostos alguns objetos que ajudavam a compor o cenário luxuoso do início do século passado: lustres, louças, cristais e móveis. Na parte de trás do prédio, é possível ver a enorme área verde da cidade e o Rio Paraíba.
É preciso manter a disposição para não deixar de ir ao chamado Conjunto de São Francisco, sem dúvida o prédio histórico mais impressionante de João Pessoa por contar tão fielmente parte da história do Brasil assim como as cidades históricas de Minas Gerais e da Bahia. O prédio, que inclui igreja, convento e um grande cruzeiro, é de estilo barroco. O complexo começou a ser construído pelos frades franciscanos ainda no primeiro século da presença dos colonizadores portugueses no Brasil, em 1590, sobreviveu à invasão holandesa e só foi concluído em 1770.
A primeira parte a ser erguida, o Adro da Igreja de São Francisco, mantém até hoje as muralhas antigas com azulejos formando painéis que recriam a Paixão de Cristo. No Convento e na Igreja, vale a pena observar com calma detalhes como as originais escadas de pedra, o pátio interno, a pintura do teto e a enorme quantidade de ouro adornando o altar.
DicaTambém não deixe de visitar o Espaço José Lins do Rêgo, que tem cafés, lojas, cinema, museu e planetário, assim como o Estação Ciência, Cultura e Arte, projetado por Niemeyer, e o Farol do Cabo Branco, de onde se vê a Ponta do Seixas, pedaço de terra mais ao leste das Américas. De lá até a África, são cerca de duas mil milhas em linha reta.